BoCA SUMMER SCHOOL 2019
Workshop dirigido por JOÃO SALAVIZA


Espíritos, Sombras, Reflexos

“Karlon, Russa, Ihjãc: um rapper de origem cabo-verdiana, uma residente do Bairro do Aleixo, e um jovem indígena Krahô. Por estes encontros acredito hoje que um outro cinema é possível. Pequenas famílias a filmar e a serem filmadas. Mise-en-scènes cruzadas. Memórias, resistências, pactos. Negociações estéticas, discursivas e espirituais. Os afectos mobilizados para a construção de uma cena. O ritual do Cinema.”

O realizador João Salaviza confronta os seus últimos três filmes (“Russa”, “Altas Cidades de Ossadas”, “Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos”), onde ensaia novos modos de pensar, produzir, e viver o Cinema. Os participantes são convocados a trazer também os esboços, ideias e mapas para futuros filmes.


BIOGRAFIA

João Salaviza (1984, Lisboa) estudou Cinema na ESTC e na Universidade del Cine, em Buenos Aires.
Em 2018 estreou CHUVA É CANTORIA NA ALDEIA DOS MORTOS (co-realizado com Renée Nader Messora) no Festival de Cannes, recebendo o Prémio Especial do Júri – Un Certain Regard. O filme foi lançado comercialmente em vários países, destacando-se França onde fez mais de 45.000 espectadores.
MONTANHA, a sua primeira longa-metragem, estreou no Festival de Veneza (Semana da Crítica) em 2015, após uma trilogia de curta-metragens formada por RAFA (Urso de Ouro na Berlinale 2012); ARENA (Palma de Ouro em Cannes 2009) e CERRO NEGRO (estreado em Roterdão). Os seus filmes foram alvo de várias exibições e sessões retrospectivas em festivais, e em espaços como o Centre Pompidou, Malba Buenos Aires, Barbican Centre, Tabakalera, Haus der Kulturen der Welt, entre outros. As suas mais recentes curtas-metragens foram lançadas no Festival de Berlim: ALTAS CIDADES DE OSSADAS em 2017, e RUSSA (co-realizado com Ricardo Alves Jr.) em 2018.

PÚBLICO-ALVO
Estudantes e jovens profissionais de cinema e áreas conexas.

INSCRIÇÕES
Pode inscrever-se através do preenchimento do formulário aqui.


Produção:
BoCA
Parceria: Fundação GDA
Apoios: Câmara Municipal de Lisboa, Museu Nacional de Arte Contemporânea (MNAC)

www.bocabienal.org
www.facebook.com/bocabienal
www.instagram.com/boca.bienal

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Patrícia Portela

    27 junho 2021
    Palácio do Marquês de Alegrete

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Patrícia Portela (encenadora, escritora)
    Livro escolhido: "As barbas do diabo" Julio Cortázar
    Espaço verde: Palácio do Marquês de Alegrete

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Hugo van der Ding

    27 junho 2021
    Casa da Cerca

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto da BoCA que relaciona literatura com os espaços verdes. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP.

    Convidado: Hugo van der Ding (Cartoonista, Cronista)
    Livro escolhido: "Platero e Eu" de Juan Ramón Jiménez
    Espaço verde: Jardim da Casa da Cerca, Almada

    ler mais
  • Na direção da luz

    01 julho 2021 — 31 julho 2021
    Teatro Camões

    HORÁCIO FRUTUOSO

    “Na direção da Luz” é uma intervenção site-specific do artista Horácio Frutuoso para o foyer do Teatro Camões (CNB), dinamizada pela BoCA. Um conjunto de poemas visuais sugerem uma ideia de movimento, de transformação das palavras e do espaço onde estão instalados pela luz.

    1 a 31 Julho 2021

    ler mais