BoCA Summer School 2020
Workshop com JOÃO PEDRO RODRIGUES & JOÃO RUI GUERRA DA MATA 
(Portugal)
Cinema


“Ficção a 2 metros de distância”

Os realizadores João Pedro Rodrigues & João Rui Guerra da Mata questionarão neste workshop não só o cinema com “restrições / limitações / condicionalismos / contrariedades / obstáculos / antagonismos / entraves”, como também possíveis paralelismos entre a atual epidemia e o vírus VIH, evocando o escritor e fotógrafo francês Hervé Guibert. Como pensar estes condicionalismos à criação cinematográfica? Como dizem: “A criação livre implica a conquista da liberdade: colectiva, porque o cinema não se faz sozinho e, mais difícil ainda, a individual, porque temos que enfrentar os nossos demónios. O que fazer? Escrever, como implorava Guibert, ou, no nosso caso, FILMAR”.
Os participantes são convidados a trazer o seu esboço de filme ou projeto audiovisual, para discussão junto desta dupla artística.

> Nota de intenções

> Biografia dos artistas


A QUEM SE DESTINA

Estudantes e profissionais de cinema, audiovisual e comunicação, interessados em geral e jovens profissionais de áreas conexas.
> O workshop cumprirá as medidas de proteção e de segurança atualmente em vigor.

INSCRIÇÃO
Os interessados devem preencher o formulário de inscrição disponível aqui com nome, data de nascimento, biografia e projeto pessoal que queiram desenvolver (máx. 2 páginas).
Máximo 10 participantes.

Produção: BoCA
Parceria: Fundação GDA
Apoios: Culturgest, Câmara Municipal de Lisboa, Fundação Millennium BCP
A BoCA é um projeto financiado pelo Ministério da Cultura / DG Artes

 

Próximos Eventos

ler mais
  • O CARRO FALANTE

    16 junho 2024 — 18 junho 2024
    Wiener festwochen

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +
  • BoCA Summer School: Corpo e Natureza

    06 julho 2024 — 07 julho 2024
    MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia

    COLETIVO HUNI KUIN

    No workshop "Corpo e Natureza", o coletivo Huni Kuin propõe uma prática e reflexão acerca do papel da arte no processo de fortalecimento de corpos na sua sociedade. Durante a formação, cada corpo assumirá diferentes faces: ora instrumento, ora embarcação coletiva, ora suporte para intervenção artística, simbólica e comunicativa com a natureza através da descoberta da pintura.

    +
  • BoCA Summer School: Cantos na Cosmovisão Huni Kuin

    06 julho 2024 — 07 julho 2024
    MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia

    COLETIVO HUNI KUIN

    No workshop "Cantos na Cosmovisão Huni Kuin", o coletivo Huni Kuin propõe uma experiência imersiva que se relaciona com a cultura musical do seu povo, pensando a voz e a melodia enquanto veículos e instrumentos para agir no mundo, constituir corpos e viver bem.

    +
  • TERRA COBRE

    18 julho 2024 — 19 julho 2024
    Festival dos Canais

    JOÃO PAIS FILIPE & MARCO DA SILVA FERREIRA

    Nova criação do artista sonoro João Pais Filipe e do dançarino Marco da Silva Ferreira que cruza a arte chocalheira tradicional da vila de Alcáçovas, no Alentejo, com práticas artísticas contemporâneas.

    +
  • O Carro Falante

    06 setembro 2024 — 07 setembro 2024
    Nowy Teatr

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +
  • O Carro Falante

    09 outubro 2024 — 10 outubro 2024
    HAU Berlim

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +