Lolo & Sosaku, uma das duplas mais inventivas das artes contemporâneas, investigam as possibilidades da escultura como campo expandido, na relação com a performance e o som. Criam projetos atentos à relação entre o espaço e o público, criações que procuram fricção e tensão, e exploram a capacidade de criar novos significados.
O seu trabalho transita entre diferentes linguagens artísticas como a escultura, a instalação, a arte cinética e a pintura, incorporando muitas vezes a música e o som. O seu modus operandi é constituir-se como sujeito e ir da sua materialidade maquinal à transcendência, ao misticismo e ao desconhecido.
A música eletrónica é certamente o destaque da sua inspiração como linguagem complexa traduzida em instalações sonoras e composições escultóricas. Formas, linhas, materiais e sons são reunidos em esculturas em movimento que atuam tomando a sua própria voz numa transformação contínua e imprevisível. Explorando muitos horizontes artísticos e redefinindo fronteiras, o seu interesse é a energia e as forças ocultas que guiam a vida na nossa era tecnológica.
Na BoCA, criam uma nova performance que é apresentada em duas noites únicas, em Lisboa e Faro – uma experimentação sónica de ressonâncias inorgânicas e as batidas pulsantes da paisagem industrial. Capturando o som da colisão de materiais como o alumínio, ferro, borracha, plástico, gerados pela rotação e binário dos motores, a dupla ultrapassa os limites do som pós hard techno rave.

O trabalho de Lolo & Sosaku foi apresentado no Museu Reina Sofia (Madrid), Sónar Festival (Barcelona), Mira Festival (Barcelona), Teatre Lliure (Barcelona), Centre Pompidou (Paris), MACBA – Museu de Arte Contemporânea (Barcelona), PSA – Power Station of Art (Xangai), MIS Museu da Imagem e do Som (São Paulo), Fundação Casa França Brasil (Rio de Janeiro), Naves Matadero (Madrid), Night Time Story, (Los Angeles) Palácio da Cultura (Iasi), Galeria Luis Adelantado (Valência) e Instituto Cervantes (Milão).

Apoios: Iberescena

Próximos Eventos

ler mais
  • O CARRO FALANTE

    16 junho 2024 — 18 junho 2024
    Wiener festwochen

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +
  • TERRA COBRE

    18 julho 2024 — 19 julho 2024
    Festival dos Canais

    JOÃO PAIS FILIPE & MARCO DA SILVA FERREIRA

    Nova criação do artista sonoro João Pais Filipe e do dançarino Marco da Silva Ferreira que cruza a arte chocalheira tradicional da vila de Alcáçovas, no Alentejo, com práticas artísticas contemporâneas.

    +
  • O Carro Falante

    06 setembro 2024 — 07 setembro 2024
    Nowy Teatr

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +
  • O Carro Falante

    09 outubro 2024 — 10 outubro 2024
    HAU Berlim

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +