A BoCA NO CENTRO DE ARTES DE ÁGUEDA

A BoCA é uma bienal de artes contemporâneas que se foca na transdisciplinaridade e desenvolve um ecossistema cultural diverso assente em sinergias entre cidades, equipamentos culturais (museus, teatros, galerias, equipamentos patrimoniais), territórios artísticos (performance, artes cénicas, artes visuais e música) e entre os seus respetivos públicos.

A BoCA faz uma extensão da sua programação e leva a Águeda algumas das suas comissões, fruto da edição de 2019. No fim de semana de 12 e 13 de Setembro, ocupa vários espaços do Centro de Artes de Águeda com 5 projetos de Gonçalo M. Tavares & Os Espacialistas (performance), Tania Bruguera (instalação), Jonas & Lander (performance), Mariana Tengner Barros (performance) e Horácio Frutuoso (instalação). A entrada é livre.

> Instalação
Narciso
Tania Bruguera
Sáb 12 a Qui 24 SET
Foyer 1

> Performance
Os Animais e o Dinheiro
Gonçalo M.Tavares & Os Espacialistas
Sáb 12 SET, 21h30
Auditório

> Performance
Séance
Mariana Tengner Barros
Sáb 12 e Dom 13 SET, 16h30 e 17h30
Sala Estúdio

> Performance
Coin Operated
Jonas & Lander
Sáb 12 e Dom 13 SET, 18h
Café-Concerto

> Instalação
Biblioteca
Horácio Frutuoso
Sáb 12 a Qui 24 SET
Foyer 0
Obra cedida pela Coleção da Fundação PLMJ. Produção BoCA 2019.

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Mamadou Ba

    10 abril 2021
    Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP.

    Convidada: Mamadou Ba (ativista político, tradutor, dirigente SOS Racismo)
    Livro escolhido: "Erosão" de Gisela Casimiro
    Espaço verde: Jardim do Museu de Lisboa (online)

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Beatriz Batarda

    17 abril 2021
    Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP.

    Convidada: Beatriz Batarda (atriz)
    Livro escolhido: "Caderno de Memórias Coloniais" de Isabela Figueiredo
    Espaço verde: Jardim do Palácio Pimenta, Museu de Lisboa (online)

    ler mais