Vídeo–instalação baseado na performance “Shirtology” (1997), criado para a inauguração do Centre Pompidou de Málaga, em 2015, e que integra a sua coleção de vídeo-arte. No vídeo, vemos um performer e uma coleção de t-shirts, que são despidas umas após as outras para apresentar mensagens diferentes.

O trabalho de Bel explora a relação entre a coreografia e a cultura popular, e entre o bailarino e o espectador, utilizando frequentemente o humor como mecanismo para quebrar a formalidade do ambiente teatral.

O seu interesse centra-se no difuso ponto de encontro entre o físico e o filosófico – o próprio corpo e o processo de construção da sua presença, o processo de linguagem e a relação da linguagem com os objetos (animados e inanimados), o processo através do qual se constrói a narrativa (ou o sentido), pela apresentação de objetos no tempo e no espaço.

Tão lúdica quando minimalista, “Shirtology” é “apenas” uma questão de apresentação da pessoa e de t-shirt, repletas de slogans, logos, números, datas, caras, piadas, avisos, exigências.

Jérôme Bel foi o artista convidado da sessão de apresentação da BoCA, a 6 de fevereiro, no Teatro Nacional D. Maria II.

 

 

Shirtology (1997)

 

Conceito Jérôme Bel
Um filme de Jérôme Bel
Câmara Aldo Lee
Com Frédéric Seguette
Coprodução da performance  Centro Cultural de Belém (Lisboa), Victoria (Gand), R.B. Jérôme Bel (Paris)
Realização com o apoio de Centre Pompidou (Paris)
Distribuição R.B. Jérôme Bel (www.jeromebel.fr)
Apoio à apresentação Institut Français / Embaixada de França – Apoio no âmbito do foco sobre a criação contemporânea francesa em 2017

R.B. Jérôme Bel é apoiado pela Direction regionale des affaires culturelles d’Ile-de-France (Ministério francês para a Cultura e Comunicação) e pelo Institut Français (Ministério francês dos Negócios Estrangeiros) nas digressões internacionais.

Próximos Eventos

ler mais
  • O CARRO FALANTE

    16 junho 2024 — 18 junho 2024
    Wiener festwochen

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +
  • TERRA COBRE

    18 julho 2024 — 19 julho 2024
    Festival dos Canais

    JOÃO PAIS FILIPE & MARCO DA SILVA FERREIRA

    Nova criação do artista sonoro João Pais Filipe e do dançarino Marco da Silva Ferreira que cruza a arte chocalheira tradicional da vila de Alcáçovas, no Alentejo, com práticas artísticas contemporâneas.

    +
  • O Carro Falante

    06 setembro 2024 — 07 setembro 2024
    Nowy Teatr

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +
  • O Carro Falante

    09 outubro 2024 — 10 outubro 2024
    HAU Berlim

    AGNIESZKA POLSKA

    A convite da BoCA, Agnieszka Polska cria a sua primeira peça de teatro, com interpretação de Albano Jerónimo, Íris Cayatte, Vera Mantero e Bartosz Bielenia. Um grupo de pessoas viaja num carro que não para. Um espetáculo sobre o papel de alguém preso no complexo sistema de agentes humanos, não-humanos e infraestruturas sociotecnológicas.

    +