PRESS PLAY

Exibição de vídeos de performances e filmes de artistas que questionam a relação do corpo performativo, com a arquitetura e a câmara. Projetos artísticos que assentam na relação profunda entre corpo-câmara ou corpo-arquitetura, aqui focados em espaços fechados. A escolha far-se-á directamente ora do arquivo da BoCA, ora via parcerias com outras instituições.
Contamos com parceria BoCA x Tate Modern, na qual Catherine Wood (Curadora Sénior de Performance na Tate Modern) selecionou 3 performances concebidas exclusivamente para a série “BMW Tate Live: Performance Room” (2011-2015), uma série de performances transmitadas ao vivo e pensadas exclusivamente para o ciberespaço, comissionadas pela Tate. Também BoCA x Coleção Fundação Serralves irá apresentar artistas portugueses, nomeadamente os vídeos-poemas-performances de Silvestre Pestana.
Todas as quintas-feiras até, pelo menos, 30 de Junho 2020.

Aqui e nas redes sociais @ BoCA Bienal vamos anunciando quais os vídeos e filmes que serão exibidos, semana a semana.


SEMANA 1

23 ABR: Performance de OTOBONG NKANGE – “Diaptasia” (2015)
Parceria Tate Modern, 22H
Curadoria: Catherine Wood
www.youtube.com/bocabienal

Em “Diaoptasia” (2015), a artista multidisciplinar nigeriana Otobong Nkanga convida-nos a experienciar o processo de edição ao vivo, colocando o corpo da artista em diálogo com outros dispositivos (como o texto e câmera), surgindo destes encontros relações inesperadas. Esta performance, criada para o ciberespaço, foi apresentada pela primeira vez e em exclusivo na série BMW Tate Live – Performance Room (curadoria de Catherine Wood), e voltará a ser exibida na quinta-feira às 22h no YouTube BoCA.

Catherine Wood é Curadora Sénior de Arte Internacional (Performance) da Tate Modern. Recentemente, curou um grande projeto com Anne Imhof, intitulado Sex, para o espaço Tanks da Tate Modern, e fez a comissão Hyundai 2018-19 para a Turbine Hall com a artista cubana Tania Bruguera. Wood co-curou a retrospectiva de Rauschenberg na Tate Modern em 2017 e iniciou a Live Exhibtion no espaço Tanks da Tate Modern, que contou com Fujiko Nakaya e Isabel Lewis (2017) e Joan Jonas e Jumana Emil Abboud (2018). As exposições anteriores incluem A Bigger Splash: Painting after Performance (2012), The World as Stage (2007). Desde 2003, comissionou criações de artistas como Mark Leckey, Joan Jonas, Otobong Nkanga, Sturtevant e Boris Charmatz em “If Tate Modern was Musee de la danse…? ” e iniciou o projeto de transmissão on-line “BMW Tate Live: Performance Room” em 2011. Fora de Tate, Wood comissionou “Yvonne Rainer Dance Works” (2013) para Raven Row, em Londres, e é autora de “Yvonne Rainer: The Mind is a Muscle” (2007, Afterall / MIT press) e de “Performance in Contemporary Art” (Tate Publishing, 2018).

 

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Mamadou Ba

    10 abril 2021
    Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Mamadou Ba (ativista político, tradutor, dirigente SOS Racismo)
    Livro escolhido: "Erosão" de Gisela Casimiro
    Espaço verde: Jardim do Museu de Lisboa

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Beatriz Batarda

    24 abril 2021
    Museu de Lisboa - Palácio Pimenta

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Beatriz Batarda (atriz)
    Livro escolhido: "Caderno de Memórias Coloniais" de Isabela Figueiredo
    Espaço verde: Jardim do Museu de Lisboa

    ler mais