LIVE STREAMING DE PERFORMANCES

Transmissões em direto de performances de curta duração comissionadas pela BoCA, pensadas através do dispositivo relacional corpo-câmara-casa. Propõe-se uma relação em torno do nosso estado atual de confinamento e as linguagens artísticas mediadas pela câmera. As performances são live no canal YouTube da BoCA Bienal.
Todos os sábados até, pelo menos, 30 de Junho 2020.

 


SEMANA 8

13 JUN, 20h: Mette Ingvartsen (Dinamarca)
Seguido de conversa com John Romão

Mette Ingvartsen é uma coreógrafo dinamarquês que vive e trabalha em Bruxelas. Seu trabalho é caracterizado pelo hibridismo e se estende a práticas coreográficas, combinando dança e movimento com outros domínios, como artes visuais, tecnologia, linguagem e teoria. Com sua primeira peça Manual Focus, ela estabeleceu sua empresa em 2003. Desde então, seu trabalho foi exibido em toda a Europa, assim como nos EUA, Canadá, Austrália e Ásia.

Próximos Eventos

ler mais
  • Trouble

    04 fevereiro 2022 — 05 fevereiro 2022
    Comédie - CDN de Reims, Reims

    GUS VAN SANT

    O realizador de cinema Gus Van Sant aventura-se na sua primeira criação de palco com uma equipa portuguesa, um espetáculo de teatro musical inspirado em Andy Warhol e no seu esmagador talento para elevar a ícone as imagens, ao mesmo tempo que escalava como persona e artista a um estatuto de celebridade mundial.

    +
  • Trouble

    12 fevereiro 2022 — 13 fevereiro 2022
    Teatro Calderón, Valladolid

    GUS VAN SANT

    O realizador de cinema Gus Van Sant aventura-se na sua primeira criação de palco com uma equipa portuguesa, um espetáculo de teatro musical inspirado em Andy Warhol e no seu esmagador talento para elevar a ícone as imagens, ao mesmo tempo que escalava como persona e artista a um estatuto de celebridade mundial.

    +
  • A Tralha

    12 maio 2022 — 13 maio 2022
    Teatro Viriato, Viseu

    CAPICUA

    "A Tralha" é um quase monólogo sobre acumulação. Um ensaio sobre o desperdício e a obsolescência em forma de narrativa pessoal. Uma reflexão sobre os objetos que nos rodeiam, que nos servem de extensão, que contêm as nossas memórias e que nos servem de interface com o mundo. Sobre os objetos que manipulamos e com os quais definimos as coreografias que inscrevemos no espaço e as nossas rotinas.

    +