Rússia | Performance/Espetáculo | Nova criação

 

Vasya Run é um coletivo russo anónimo, constituído por rapazes entre os 16 e 27 anos, da periferia de Moscovo, que mistura arte contemporânea, teatro, subculturas de rua e rituais de emancipação espiritual. Nasceram em 2014, na transposição literal de um texto escrito pelo graffiter russo Vasya, a partir da sua experiência de ter sido preso e condenado por vandalismo em Paris. A subversão e o arrojo da expressão artística surge logo em escolhas radicais e transgressoras que fundam a identidade do projecto: a proclamação do estatuto do artista anónimo, cuja identidade e rosto permanecem mistério, ao mesmo tempo que expressam um grito revolucionário atual, a partir da experiência pessoal de uma geração nascida no início dos anos 90, após o colapso da União Soviética. Vasya Run é um projeto que extravasa os limites da reflexão artística, cruzando influências diversas de artistas contemporâneos com uma juventude inconformada, desobediente, que recusa a invisibilidade e marginalidade das subculturas urbanas e exige ser ouvido e vivido.
“If you want to continue”, a sua nova performance, é comissionada pela BoCA e tem como conceito principal a figura do herói, que está associada a um estado “pós” o momento presente. Que tempo e espaço são esses, quando uma parte de nós se observa no futuro e a outra permanece ancorada ao agora? No centro, a provocação e o abalo do sistema. Para os Vasya Run, a raiz da arte que fazem, e o espírito de juventude que representam na sociedade que querem reformular, passa por algumas convicções que reafirmam nesta performance, como “Eu sou intrusão. Eu sou oposição. Se a figura é posta de parte – significa que é genuína”.
Através de ensaios, pesquisas de movimento, trabalhos de grupo e práticas espirituais baseadas no “Quarto Caminho” de George Gurdjieff, Vasya Run chegam pela primeira vez a Portugal com a estreia de uma nova criação. Fiéis à sua pesquisa, na procura de um eu genuíno, vândalos do conformismo social e artístico, trazem a revolução numa arte marginal que tem a força perturbadora de um arrastão. Quem são eles? Essa será apenas uma das muitas interrogações que não vão ser respondidas…

Produção BoCA
Co-produção Kampnagel (Hamburgo)
Apoios MAAT (Lisboa), Slumdog (Amadora)

Próximos Eventos

ler mais
  • ANA CRISTINA CACHOLA, DELFIM SARDO, FILIPA OLIVEIRA

    20 março 2019
    Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

    CONVERSA COM ANA CRISTINA CACHOLA, DELFIM SARDO, FILIPA OLIVEIRA

    Helena Almeida (1934-2018): a sua obra, a sua influência em outros artistas, o seu legado.
    Os três curadores que também são tutores do projeto de formação e criação artística "Sente-me, Ouve-me, Vê-me", que a BoCA produz, vão estar à conversa sobre este projeto que implica jovens compositores e instrumentistas de três universidades de música, de três cidades do país (Lisboa, Porto e Braga).

    ler mais
  • duploc barulin

    20 março 2019 — 21 março 2019
    Teatro Taborda / Teatro da Garagem, Lisboa

    TÂNIA CARVALHO

    Depois de em 2017 ter apresentado uma exposição de desenhos na BoCA, "Toledo", desta vez conhecemos uma outra expressão artística, a Tânia em concerto. É aí que está a explorar as possibilidades criativas do instrumento, num concerto onde pela primeira vez também está a compor música para um outro performer, André Santos, que se junta a ela ao piano. As letras são da própria ou textos de Fernando Pessoa.

    ler mais
  • GESTUÁRIO II

    22 março 2019
    Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

    INSTITUTO DA MULHER NEGRA EM PORTUGAL

    O Instituto da Mulher Negra em Portugal - INMUNE, dá a conhecer nesta performance os temas que envolvem a criação desta entidade feminista interseccional e anti-racista, constituída por mulheres negras. A performance "Gestuário II" segue intacta no combate ao silenciamento das mulheres negras, africanas e afrodescendentes na História e no tempo presente.

    ler mais
  • Soará a silêncio, o som de uma revolução dentro de um Bunker

    23 março 2019 — 28 março 2019
    Casa dos Crivos, Braga

    MARIA TRABULO

    "Soará a silêncio, o som de uma revolução dentro de um Bunker" apresenta-se como uma instalação composta por elementos vários, que performers locais ativarão em momentos programados, convidando a que esta ação se estenda ao público. Integrado no ciclo 3X3 na Casa dos Crivos.

    ler mais
  • CATERINA BARBIERI LIVE ACT – Lisboa

    23 março 2019
    Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

    CATERINA BARBIERI

    A música de Caterina Barbieri tem origem numa meditação sobre as ondas primárias e a dança polirrítmica de harmónicos em sons sintéticos. Barbieri é mestre de efeitos potencialmente hipnóticos da repetição psicoacústica na mente humana, e dá a conhecer a sua linguagem minimalista modular, em dois concertos únicos, em Lisboa e Porto.

    ler mais
  • CATERINA BARBIERI LIVE ACT – Porto

    24 março 2019
    Passos Manuel, Porto

    CATERINA BARBIERI

    A música de Caterina Barbieri tem origem numa meditação sobre as ondas primárias e a dança polirrítmica de harmónicos em sons sintéticos. Barbieri é mestre de efeitos potencialmente hipnóticos da repetição psicoacústica na mente humana, e dá a conhecer a sua linguagem minimalista modular, em dois concertos únicos, em Lisboa e Porto.

    ler mais
  • IF YOU WANT TO CONTINUE

    24 março 2019
    Palácio dos Correios, Porto

    VASYA RUN

    Vasya Run é um coletivo russo anónimo, constituído por rapazes entre os 16 e 27 anos, da periferia de Moscovo, que mistura arte contemporânea, teatro, subculturas de rua e rituais de emancipação espiritual. "If you want to continue", a sua nova performance, é comissionada pela BoCA e tem como conceito principal a figura do herói, que está associada a um estado “pós” o momento presente.

    ler mais
  • THE THIRD PART OF THE THIRD MEASURE

    24 março 2019
    Carpintarias de São Lázaro, Lisboa

    THE OTOLITH GROUP

    "The Third Part of the Third Measure" é uma nova composição audiovisual dos The Otolith Group. Cria um encontro com o minimalismo militante do compositor vanguardista, pianista e cantor afro-americano Julius Eastman. "The Third Part of the Third Measure" convida os espectadores a assistirem à estética em êxtase do radicalismo negro que o próprio Eastman uma vez descreveu como "cheio de honra, integridade e coragem ilimitada".

    ler mais
  • Os Animais e o Dinheiro

    26 março 2019
    Teatro da Trindade, Lisboa

    GONÇALO M. TAVARES & OS ESPACIALISTAS

    “Laboratório de Formas de Sentir Acima da Média” - é esta é a proposta de Gonçalo M. Tavares & Os Espacialistas para a BoCA 2019. São três performances inéditas apresentadas em salas de teatro a partir do tema “Os Animais e o Dinheiro”. Juntos e pela primeira vez em palco, os artistas desenvolvem formas de sentir acima da média, a partir de textos, imagens, gestos, objetos e espaços em permanente construção, com o público presente.

    ler mais
  • BIBLIOTECA

    27 março 2019 — 30 abril 2019
    Estufa Fria, Lisboa

    HORÁCIO FRUTUOSO

    Horáco Frutuoso recorre, no seu trabalho, a diferentes meios, estruturando a sua prática a partir do pensamento e organização de uma pintura. Cruza com a poesia visual, imagens digitais e a instalação-performance.
    No contexto da BoCA, foi-lhe proposto criar uma obra nova, tendo como base o vídeo "A Experiência do Lugar II" de Helena Almeida. Esta é a primeira obra que Horácio Frutuoso cria para o espaço exterior.

    ler mais
  • MASTERCLASS “TRANSOBJESTOS”

    28 março 2019
    Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, Porto

    OS ESPACIALISTAS

    Na segunda edição da BoCA, Os Espacialistas vão colaborar com o escritor Gonçalo M. Tavares na criação e apresentação de três conferências-performances inéditas a serem apresentadas nas três cidades oficiais da BoCA 2019 - Lisboa, Porto e Braga - sob o título "Os Animais e o Dinheiro". Dois dias antes da apresentação no Teatro Municipal do Porto - Rivoli, Os Espacialistas dão a sua primeira masterclass na FBAUP.

    ler mais
  • SÃO SIMEÃO DA MONTANHA ADMIRÁVEL

    29 março 2019 — 30 abril 2019
    Convento de São Pedro de Alcântara, Lisboa

    PROJECTO TEATRAL

    O coletivo Projecto Teatral é, presentemente, constituído por João Rodrigues, Maria Duarte, Helena Tavares, André Maranha e Gonçalo Ferreira de Almeida. Nesta edição da BoCA apresentam uma nova criação, "São Simeão da Montanha Admirável", projetada para a igreja do Convento de São Pedro de Alcântara, no coração da cidade de Lisboa.

    ler mais