Itália | Live Act

 

A música de Caterina Barbieri tem origem numa meditação sobre as ondas primárias e a dança polirrítmica de harmónicos em sons sintéticos, na fronteira entre o drone, o minimalismo e o techno.

Através da sua linguagem minimalista modular, Caterina Barbieri explora os efeitos psicofísicos da repetição e das operações baseadas em padrões na música, investigando o potencial polifónico e polirrítmico dos sequenciadores para desenhar geometrias complexas e severas no tempo e no espaço.

A sua abordagem algorítmica da composição enraizada no minimalismo e na tradição indiana, e a sua atitude pragmática em relação às sequências, desdobra-se em imagens sonoras surpreendentemente orgânicas, quase tangíveis, às quais ela própria se refere como “computação extática”. Barbieri é mestre de efeitos potencialmente hipnóticos da repetição psicoacústica na mente humana.

 

Próximos Eventos

ler mais
  • Cattivo

    18 fevereiro 2020 — 23 fevereiro 2020
    São Luiz Teatro Municipal, Lisboa

    MARLENE MONTEIRO FREITAS

    Na edição BoCA 2019, a bailarina e coreógrafa Marlene Monteiro Freitas transgrediu a sua prática e criou “Cattivo”, a sua primeira (mega) instalação composta por centenas de estantes de partitura, que são exploradas até ao limite das suas propriedades expressivas. Assistimos à capacidade de encarnarem estados emocionais e de tomarem decisões, manipulando-se a si mesmas e a outros objetos. Agora é a oportunidade única de descobrir a adaptação desta criação ao SLTM.

    ler mais