Portugal | Performance

 

O projeto de Pedro Barateiro, “A Viagem Invertida”, é uma performance comissionada pela BoCA em 2019 e que colocou Pedro Barateiro a trabalhar no palco na Sala Garrett do TNDMII. A performance é agora apresentada no contexto da exposição “En Caída Libre”, com curadoria de João Laia, na Caixa Forum Barcelona.
Tendo como paisagem a exploração das minas de lítio em Portugal, “A Viagem Invertida” é uma performance inspirada no livro “Queda sem fim, seguido de Descida de Maleström, de Edgar Allan Poe”, escrito por José A. Bragança de Miranda.
O lítio é o componente principal na fabricação de baterias de computadores, tablets e telemóveis, mas é também utilizado para tratar estados de depressão e bipolaridade, como estabilizador de humor. Recorrendo à substância e às suas utilizações, o projeto representa um mapa da condição contemporânea, iluminando a forma como diferentes narrativas se conectam e contrariando a sua apresentação habitual como fenómenos independentes. Entre as questões abordadas incluem-se a inscrição do modelo económico actual na história do colonialismo e a relação de ambos com o passado e o presente do extrativismo material e simbólico. É também examinada a forma como estas dinâmicas participam da atual situação de emergência ecológica e humanitária.

Concepção, texto, vídeo, interpretação Pedro Barateiro
Composição musical Raw Forest (Margarida Magalhães)
Produção BoCA
Co-produção Teatro Nacional D. Maria II
Agradecimentos André Guedes, Miguel Pereira, Sofia Matos, Companhia Olga Roriz, Construções Sampaio
Fotografias: Bruno Simão
Apoio à apresentação em Santiago do Chile: Instituto Camões / Embaixada de Portugal em Santiago do Chile
Apoio à internacionalização: Direção-Geral das Artes / Ministério da Cultura
Apoio logístico e técnico: Matucana 100, Vaivém

 

Próximos Eventos

ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Patrícia Portela

    27 junho 2021
    Palácio do Marquês de Alegrete

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto que relaciona a literatura com os espaços verdes da cidade de Lisboa. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP e da impressão de livros em braille.

    Convidada: Patrícia Portela (encenadora, escritora)
    Livro escolhido: "As barbas do diabo" Julio Cortázar
    Espaço verde: Palácio do Marquês de Alegrete

    ler mais
  • ECOTEMPORÂNEOS: Hugo van der Ding

    27 junho 2021
    Casa da Cerca

    ECOTEMPORÂNEOS

    Ecotemporâneos é um projeto da BoCA que relaciona literatura com os espaços verdes. Aberta, inclusiva e acessível, em cada sessão um novo convidado escolhe um livro e liga-o ao espaço verde onde o público reúne. Conta com a presença de um intérprete de LGP.

    Convidado: Hugo van der Ding (Cartoonista, Cronista)
    Livro escolhido: "Platero e Eu" de Juan Ramón Jiménez
    Espaço verde: Jardim da Casa da Cerca, Almada

    ler mais
  • Na direção da luz

    01 julho 2021 — 31 julho 2021
    Teatro Camões

    HORÁCIO FRUTUOSO

    “Na direção da Luz” é uma intervenção site-specific do artista Horácio Frutuoso para o Teatro Camões, a casa da Companhia Nacional de Bailado, comissiarida pela BoCA. Um conjunto de poemas visuais sugerem uma ideia de movimento, de transformação das palavras e do espaço onde estão instalados pela luz.

    1 a 31 Julho 2021

    ler mais
  • ODETE: ON REVELATIONS AND MUDDY BECOMINGS

    08 julho 2021 — 10 julho 2021
    Av. Brasília, 1300-598 Lisboa

    RExFORM

    A artista Odete é a vencedora da primeira edição do RExFORM – Projeto Internacional de Performance, que nasce da colaboração entre a BoCA e o MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia e tem como intuito promover a criação artística contemporânea.
    A artista propõe uma abordagem crítica ao silêncio histórico em torno das questões do corpo, da identidade de género e do mundo queer. O projeto será apresentado na Sala dos Geradores - MAAT nos dias 8, 9 e 10 de Julho 2021.

    ler mais
  • OS ANIMAIS E O DINHEIRO

    09 julho 2021
    Teatro Municipal Baltazar Dias, Funchal

    GONÇALO M. TAVARES & OS ESPACIALISTAS

    Concebido para a BoCA 2019, Gonçalo M. Tavares e os Espacialistas criaram três performances-conferências inéditas, apresentadas em salas de teatro, a partir do tema “Os Animais e o Dinheiro”. Juntos e pela primeira vez em palco, os artistas desenvolvem formas de sentir acima da média, a partir de textos, imagens, gestos, objetos e espaços em permanente construção, com o público presente. Esta é a primeira presença da BoCA na ilha do Funchal.

    9 Julho 2021

    ler mais